Limpeza Nasal

lavagem nasal, limpeza nasal, spray nasal, soro fisiológico, conta-gotas, otorrino pediátrica, otorrino pediatria, otorrinolaringologia, otorrinolaringologia pediátrica, nariz, ouvido garganta, desvio de septo, amigdalite, cirurgia amígdala, nasofibroscopia, fibroscopia, naso, sao paulo, moema, av. brasilLimpeza Nasal e uso correto das medicações nas crianças

     A limpeza nasal é de extrema importância na prevenção e no tratamento das diversas patologias nasais, como rinite, sinusite e resfriados. Mas como fazer isso na criança? Aqui temos algumas dicas para esse procedimento, mas lembrando que a orientação médica é essencial.

     Para remover as secreções de crianças menores e lactentes (que não sabem assoar o nariz), deve-se colocar solução fisiológica 0,9% (ou similares) e, com cuidado, usar uma haste de algodão para remover as secreções mais externas; nunca introduzir profundamente a haste. Em crianças maiores podemos pedir para a mesma assoar levemente o nariz, após a lavagem com o soro. Em caso de obstrução nasal não se deve assoar o nariz com força.

Lavando o nariz das crianças:

- Primeiramente, sempre explicar para a criança a importância da limpeza nasal, e como ela será feita.

- Aquecer o soro fisiológico (ou similares) até a temperatura corporal, friccionando o vidro entre as mãos.

- Se for usar conta-gotas ou seringa deve-se inclinar a cabeça da criança para trás e injetar a dosagem prescrita do soro de uma só vez, para promover a limpeza. Não colocar o conta-gotas ou seringa novamente no frasco de soro (utilizar um copo).

- Pode-se repetir o procedimento até que a limpeza esteja completa.

- Se for usar o spray nasal, a criança deve ficar sentada e com o queixo para baixo, assim o soro alcança melhor todas regiões do nariz.

 

Cuidados com soro fisiológico: manter em geladeira e renovar a cada 2 ou 3 dias.